5 de jan de 2011

Sugestões de leituras sobre o tema da violência física contra crianças e adolescentes

ASSIS, Simone Gonçalves; DESLANDES, Suely Ferreira. Abuso físico em diferentes contextos de socialização infanto - Juvenil In: BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria da Atenção à Saúde. Violência faz mal à saúde. Coordenação de Cláudia Araújo de Lima et. al. Brasília: Ministério da Saúde, 2005.

AZEVEDO, Maria Amélia; GUERRA, Viviane N. de Azevedo. Mania de bater: a punição corporal doméstica da criança e adolescente no Brasil. São Paulo: Iglu, 2001.

GOMIDE, Paula Inez Cunha. Estilos parentais e comportamentos anti-sociais. In DEL PRETTE, A.; DEL PRETTE, Z. (orgs.). Habilidades Sociais, desenvolvimento e aprendizagem: questões conceituais, avaliação e intervenção. Campinas: Alínea, 2003.

GUERRA, Viviane.N.A. Violência de pais contra filhos: a tragédia revisitada. São Paulo: Cortez, 1998.

MARCÍLIO, Maria Luiza. História social da criança abandonada. São Paulo: Editora Hucitec, 1998.

MARQUES, Maria Aparecida Barbosa et al. A disciplina como forma de violência contra crianças e adolescentes In: MARQUES, Maria Aparecida Barbosa (orgs.) Violência doméstica contra crianças e adolescentes. Petrópolis: Vozes, 1994, p. 21 – 33.

BRASIL.Violência faz mal à saúde. Coordenação de Cláudia Araújo de Lima et. al. Brasília: Ministério da Saúde, 2005.

SOUZA, Edinilsa Ramos de. Curso Impactos da Violência na Saúde. Rio de Janeiro: EAD/ENSP, 2007. (Unidade I – Bases conceituais e históricas da violência e setor saúde).

THEICHER, Martin H. Cicatrizes que não saram: a neurobiologia do abuso infantil. Tradução de Dwain P. Santee. Scientific American, mar. de 2002.

WEBER, Lídia Natalia Dobrianskyj. Quem ensina a violência? Conjuntura Social. Rio de Janeiro, n. 6, p. 38-43, 2001.
_______, VIEZZER, Ana Paula; BRANDENBRUG, Olívia Justen. O uso da palmadas e surras como prática educativa. Estudos de Psicologia, 2004.

Nenhum comentário:

Postar um comentário